Arquivo | familia RSS feed for this section

Grupo Bellunesi” – Encontro de amigos

30 jun

  Reunião na residência do Sr. Agenor João Salvaro e Shirlete Pereira Salvaro, que receberam os membros do Grupo Bellunesi e amigos para uma confraternização. A Paella preparada pelo “Cheff Dilso Darella” foi o cardápio da noite.

O Sr. José Crepaldi destacou a importância das reuniões de todas as sextas feiras, quando o grupo discute assuntos relacionados a Associação Bellunesi Nel Mondo e ensaia as músicas a serem cantadas nas apresentações do grupo. Lembrou que em breve estará sendo lançado o 3º CD do grupo. Esteve presente na reunião com suas esposas. Sr. Natalino Comim e Maria Ugioni Comim; Marcelo Martins e Jadna Rodrigues Martins. 

Anúncios

Saudades, Srª. Jaci Viana Miranda

27 jun

Na foto Jaci com o esposo Wilson (in memoriam) e os filhos: Gerson (professor de música), Bete e Jaílson. Foto década de 60

Faleceu na manhã desta quarta-feira, aos 83 anos de idade, Sra. Jaci Viana de Miranda.

O velório inicia-se às 15 horas na capela mortuária do cemitério municipal São João Batista. O sepultamento está marcado para as 09 horas (28/06), no cemitério municipal, com missa de corpo presente.

Jaci Viana  de Miranda*21/02/1929
+27/06/2012


Posse do Leo Clube de Siderópolis

24 jun

O Lions Clube de Siderópolis, esteve em festa na noite do dia 23/6/2012, por patrocinar a fundação de mais um clube de
 Serviço, o LEO CLUBE, com a presença de autoridades leonísticas,  das Conselheiras Leos ( CasL Regina Medeiros, Hialda
 Silveira Rovaris e Marlene F. de Sousa ) , pais e amigos dos membros do Leo Clube do Distrito L D- 9 . Após o juramento,os componentes do novo clube, Ana Fávia Bonassa de Sousa, Alexandre Demétrio, Artur Vargas,Emiy Rovaris, Flávia de Bittencort
 Búrigo, Gianluca Rosso, Kleiton de Souza, Lara Ramiro, Lucas Demétrio, Miriam Machado, Ricardo Rovaris, Sabrina Mezzari
 Corrêa e Thayna Bonassa, receberam de seus padrinhos,o PIN que usarão com muito orgulho, pois representa, seu ingresso como associado (a) do mais novo clube de Serviço Internacional, o LEO CLUDE de Siderópolis. A nova diretoria tendo como
Presidente a Ca Leo Flávia de Bittencourt Búrigo,também tomou posse, prometendo seguir o Lema do Leonísmo: Liderança,
Experiência e Oportunidade, lema este já seguido pelos Clubes de Leos dos municípios vizinhos, que vieram prestigiar o evento.


Fotos : Sandrini

Fieis mantêm tradição da Festa de Corpus Christi, em Siderópolis

8 jun

Nesta quinta-feira, 07/06, a Igreja Católica, em todo o mundo, comemora o dia de Corpus Christi. Nome que vem do latim e significa “Corpo de Cristo”. Em Siderópolis após a celebração da missa, presidida pelo pároco Pe Jose Luiz Sauer e Padres Claudio Peters e Miro de Bona, os fies participaram da procissão de Corpus Christi em volta da praça da matriz.
A festa de Corpus Christi tem por objetivo celebrar solenemente o mistério da Eucaristia – o Sacramento do Corpo e do Sangue de Jesus Cristo.
Acontece sempre em uma quinta-feira, em alusão à Quinta-feira Santa, quando se deu a instituição deste sacramento. Durante a última ceia de Jesus com seus apóstolos, Ele mandou que celebrassem Sua lembrança comendo o pão e bebendo o vinho que se transformariam em seu Corpo e Sangue.
“O que come a minha carne e bebe o meu sangue, tem a vida eterna e, eu o ressuscitarei no último dia. Porque a minha carne é verdadeiramente comida e o meu sangue é verdadeiramente bebida. O que come a minha carne e bebe o meu sangue permanece em mim e eu nele. O que come deste pão viverá eternamente” (Jo 6, 55 – 59).
Através da Eucaristia, Jesus nos mostra que está presente ao nosso lado, e se faz alimento para nos dar força para continuar. Jesus nos comunica seu amor e se entrega por nós.
Origem da Celebração
A celebração teve origem em 1243, em Liège, na Bélgica, no século XIII, quando a freira Juliana de Cornion teria tido visões de Cristo demonstrando-lhe desejo de que o mistério da Eucaristia fosse celebrado com destaque.
Em 1264, o Papa Urbano IV através da Bula Papal “Trasnsiturus de hoc mundo”, estendeu a festa para toda a Igreja, pedindo a São Tomás de Aquino que preparasse as leituras e textos litúrgicos que, até hoje, são usados durante a celebração. Compôs o hino “Lauda Sion Salvatorem” (Louva, ó Sião, o Salvador), ainda hoje usado e cantado nas liturgias do dia pelos mais de 400 mil sacerdotes nos cinco continentes.
A procissão com a Hóstia consagrada conduzida em um ostensório é datada de 1274. Foi na época barroca, contudo, que ela se tornou um grande cortejo de ação de graças.
No Brasil
No Brasil, a festa passou a integrar o calendário religioso de Brasília, em 1961, quando uma pequena procissão saiu da Igreja de madeira de Santo Antônio e seguiu até a Igrejinha de Nossa Senhora de Fátima. A tradição de enfeitar as ruas surgiu em Ouro Preto, cidade histórica do interior de Minas Gerais.
A celebração de Corpus Christi consta de uma missa, procissão e adoração ao Santíssimo Sacramento.
A procissão lembra a caminhada do povo de Deus, que é peregrino, em busca da Terra Prometida. No Antigo Testamento esse povo foi alimentado com maná, no deserto. Hoje, ele é alimentado com o próprio Corpo de Cristo.
Durante a Missa o celebrante consagra duas hóstias: uma é consumida e a outra, apresentada aos fiéis para adoração. Essa hóstia permanece no meio da comunidade, como sinal da presença de Cristo vivo no coração de sua Igreja.

Siderópolis – Igreja celebra o Corpo de Cristo

6 jun

Homenagear o Cristo levado no ostensório é a atitude de todos os católicos que saem às ruas, em todo mundo, nesta quinta-feira, 07 de junho, para celebrar a festa de Corpus Christi.

Conforme o bispo da Diocese de Criciúma, Dom Jacinto Inacio Flach, o gesto de enfeitar o caminho por onde o Santíssimo Sacramento irá passar, rememora a recepção do povo a Jesus, em sua entrada triunfal em Jerusalém. “Quando o Cristo entrou oficialmente, no Domingo de Ramos. Antigamente, quando um rei ou príncipe visitava uma cidade, ela era toda enfeitada. Este é o sentido para o Cristo, Rei do Universo, que caminha conosco”.
A solenidade celebrada sempre na primeira quinta-feira após a Festa da Santíssima Trindade, marca o momento em que os fiéis fazem publicamente, nas ruas, a adoração ao Corpo e Sangue de Cristo. “Uma festa popular que revela todo o amor e carinho que os católicos tem pela Eucaristia. Durante a caminhada, sempre lembramos de temas importantes, como o da Campanha da Fraternidade e a reflexão de outros que a Igreja vive atualmente”.
Segundo Dom Jacinto, os desafios e as alegrias da Igreja são celebrados neste dia, uma vez que ela recebe a força através da Palavra de Deus e da Eucaristia.
Adorar e comungar
Conforme o bispo, além de adorar a Eucaristia, é importante comungá-la. “Quando eu comungo, o Cristo entra em mim e quer que eu me torne mais ‘cristificado’ na minha vida. Quer que eu seja uma presença maior Dele no meio da sociedade, no mundo. Quando eu o adoro, presto minha homenagem, meu amor a Ele. Quando ele entra em mim, por meio do meu testemunho, da minha vida, então assumo esta missão”.
Dom Jacinto Inacio Flach preside a Santa Missa Campal, na manhã desta quinta, às 15h, na Praça do Congresso, em Criciúma. Portando o Santíssimo Sacramento, conduzirá os fieis em procissão até à Catedral São José, para a benção final.

Parabéns, Hilda Pereira

30 maio

A vida é feita de novos começos movidos pelo desafio sempre novo de viver e fazer todo sonho brilhar, e você com toda sua garra e coragem sabe fazer isso como ninguém. Por isso neste dia tão especial queremos desejar-lhe todo sucesso e felicidade e que seus sonhos sejam sempre realizados. Parabéns pelo seu aniversário!!!

Homenagem dos seus filhos: Vivi, Tati e Rodrigo e seus genros Marco e Marcelo
Data 11/06

Movimento Laical Orionita no pequeno Cotolengo do Paraná

30 maio

Aconteceu em Curitiba de 25 a 27 de Maio de 2012 o XVI Congresso do Movimento Laical Orionita(MLO) tendo como sede o pequeno Cotolengo do Paraná. 

O tema “Missão Orionita no Brasil: a caminho dos 100 anos” possibilitou aos mais de 700 participantes da província sul (Mato Grosso do Sul, São Paulo, Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul). 
Momentos valiosos de formação e espiritualidade animados pela alegria contagiante dos organizadores e congressistas. O Instituto São Pio X de Siderópolis, através dos 41 representantes distribuídos entre Colégio Dom Orione, Seminário e Paróquia representaram com muita competência um pouco dos 56 anos de história dos Orionitas em Siderópolis.