Em Siderópolis, Associação Bellunesi Nel Mondo luta por construção de museu

8 mar

O representante da Associação Bellunesi Nel Mondo, Juliano de Mattos Emmerick, utilizou espaço na tribuna durante sessão desta semana da Câmara de Vereadores de Siderópolis, para falar da possível criação de um museu no município. Segundo ele, a construção do espaço histórico é uma das condicionantes presentes na licença ambiental de operação que deveria ter sido apresentada pela Companhia Catarinense de Águas e Saneamento (Casan) à Fundação de Meio Ambiente de Santa Catarina (Fatma), como parte de compensação pela inundação da comunidade de São Pedro para a criação da Barragem do Rio São Bento.

Conforme Emmerick, os membros da Associação Bellunesi Nel Mondo estão lutando para concretizar algo que já estava em acordo. “A licença foi concedida para a Casan em junho de 2005, sendo que a organização tinha o prazo de seis meses para apresentar à Fatma um projeto relacionado à criação de um museu, e até agora nada foi feito. Por isso estamos, inclusive, lançando a campanha ‘Queremos nosso museu!’”, explicou. Segundo ele, um abaixo-assinado também deverá circular por todo o município de Siderópolis. “Contamos com o apoio de lideranças da cidade, como os vereadores, e de toda a população para que este museu se torne uma realidade”, enfatizou.


Colaboração Vanessa Nórdio

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: