Arquivo | fevereiro, 2011

>Restauração de uma relíquia em Siderópolis

28 fev

>

Sacrário – Lugar onde se guarda algo sagrado, neste caso a “Santíssima Eucaristia”.

Em 1945 num congresso eucarístico em Criciúma (Diocese de Tubarão), onde no seu encerramento foi feito a doação do “Sacrário” para a cidade de Siderópolis.

No dia 18 de janeiro de 2011 quando Siderópolis foi inundada, uma das telhas da cobertura da matriz da capela onde fica o “Sacrário” também foi inundada danificando ainda mais o estado da peça que já precisava ser restaurada devido os 66 anos de exposição.

Este Sacrário se encontra na Igreja Matriz nossa Senhora Aparecida (mas no momento foi enviado para a cidade de São Paulo para ser restaurado por especialistas, pois exige cuidados especiais).

Sua colaboração é muito importante para que se possa saldar este compromisso da restauração que terá um custo de R$ 25.000,00.

Padre Vanderci agradece desde já a colaboração de todos.

Anúncios

>Equipes de Siderópolis são eliminadas do praião 2011

28 fev

>

Depois da eliminação do São Martinho e Trilho na primeira fase, agora na segunda fase foi a vez do Ajax e Siderópolis serem eliminados. O Vila Nova tirou o Ajax da disputa, ganhando por 2 a 1 e a equipe do Siderópolis vencia o Praia até os instantes finais, mas acabou cedendo o empate em 2 a 2.

Confrontos nas quartas de final: Praia x Vila Nova e Carbonífera Criciúma x CPAI.

Enquanto alguns defendem que quanto mais times representarem Siderópolis no praião melhor, mas por outro lado outros tem opinião contraria, dizendo que o fato de ter muitas equipes só enfraquece as mesmas, pois os recursos que seriam obtidos para uma ou duas equipes acabam tendo que ser divididos por quatro, levando a detonar o caixa das equipes e muitas vezes os dirigentes penando para saldar seus compromissos junto aos atletas contratados.

Qual sua opinião quanto ao número de equipes a participar desta competição.

>Família Augusto conhecendo a costa brasileira

27 fev

>

A família de Sebastião Augusto se reuniu e foram em 17 pessoas fazer um cruzeiro pela costa brasileira, onde comemoraram o aniversário do Castor em alto mar.

>Presidente do Legislativo quer providências quanto aos animais abandonados

26 fev

>

O Presidente da Câmara de Vereadores de Siderópolis, Maicon Aléssio (PMDB), fará indicação na próxima segunda-feira, 28, durante sessão legislativa, para que o Poder Executivo tome providências quanto ao grande número de cachorros abandonados pelo município.

A preocupação do Presidente é relativa às doenças que os cachorros de rua podem transmitir à população e também aos cuidados e à proteção que deve ser dada aos animais. “Eles vivem com fome”, comenta.

Vanessa Nórdio

Assessoria de Imprensa da Câmara de Vereadores de Siderópolis

 

>Vereador solicita restauração de rua na Vila São Jorge

24 fev

>

Vereador Romildo Soares pede que a administração municipal faça a restauração da ponte na Rua Pietro Ferro, estrada que liga a comunidade da Vila São Jorge ao Bairro Mina do Mato. Romildo já havia solicitado a manutenção da mesma e até o momento não foi atendida sua reivindicação. O vereador finaliza dizendo que esta rua esta num completo abandono.

 

>Um sideropolitano na missão de paz do Haiti

24 fev

>

A vida do sideropolitano Tales Bonassa, 24 anos, ganhará um novo rumo a partir do dia 7 de março, quando ele embarcará para o Haiti. Soldado do 3º Batalhão de Polícia do Exército do Rio Grande do Sul, ele está entre os brasileiros que participarão da missão de paz no país vizinho. Ao todo, serão aproximadamente 1,6 mil homens que ficarão seis meses fora do Brasil.

Curtindo os últimos dias com a família, que mora no Bairro Estrada de Ferro, o soldado foi homenageado esta semana pela administração municipal. Ele foi recebido pelo prefeito Douglas Warmling, o Guinga, e pelo vice, Elvi Donadel, durante evento da administração. O soldado explicou aos presentes o objetivo da missão, e recebeu uma bandeira de Siderópolis para levar na viagem. “É um orgulho para Siderópolis ter alguém prestando esse relevante serviço num país vizinho, e que tanto precisa de ajuda”, comentou o prefeito.

História

No exército há seis anos, o soldado Bonassa, como é conhecido no quartel, participará da primeira missão fora do país. “Estou ansioso para viajar, mas muito tranqüilo. Tivemos um treinamento especial e estamos preparados”, conta. A tarefa na capital Porto Príncipe, no Haiti, é relacionada basicamente a segurança ostensiva, principalmente devido a efervescência política pela qual passa o país.

Do 3º Batalhão, serão 32 militares que seguirão viagem, juntando-se a 800 do Rio Grande do Sul, e outros 800 de outras regiões do Brasil. Todos ficarão juntos na Base Charles, na companhia de outros exércitos. O retorno ao Brasil será daqui seis meses, e até lá, o sideropolitano quer trabalhar ao máximo para minimizar a saudade de casa. “Desde setembro sabemos da viagem, e fui preparando meus pais aos poucos. Acredito que tudo dará certo”, argumenta.

Depois da experiência única, Tales já sabe o que fazer quando retornar ao país. “Vou pedir baixa do exército, essa decisão está tomada”, antecipa. O objetivo, segundo ele, é cursar a faculdade de direito para retornar ao quartel como oficial.

Assessoria de Imprensa Prefeitura de Siderópolis

>Pai procura filho há 22 anos

24 fev

>

Estou em busca de meu irmão por parte de pai,
ele filho do meio do meu pai antes dele há um irmão chamado Eber Luis Lucena Gomes, Regis Emilio Lucena Gomes, Kátia Rosane Lucena Gomes. Meu pai esta com 72 anos e faz 22 anos que ele não o vê e gostaria de dar essa felicidade para meu pai. Quem souber paradeiro entrar em contato.
Fone contato 3432 8180